Blog do Língua de Aço

Bolsonaro critica Mourão por fala sobre Ucrânia: “Competência é minha”

Mais cedo, vice-presidente disse que o Brasil não concorda com a invasão do país ucraniano. Para Bolsonaro, ele falou “algo que não deve”

O presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou o vice, Hamilton Mourão (PRTB), por ter se manifestado sobre o conflito entre Rússia e Ucrânia. Mais cedo, o general afirmou que o Brasil não concorda com a invasão do país ucraniano.

Durante transmissão ao vivo nas redes sociais, o chefe do Executivo brasileiro disse que a competência para falar sobre assuntos do tipo é do presidente, não do vice.

“Deixar bem claro: o artigo 84 da Constituição diz que quem fala sobre esse assunto é o presidente. E o presidente chama-se Jair Messias Bolsonaro. E ponto final. Com todo respeito a essa pessoa que falou isso — e falou mesmo, eu vi as imagens — está falando algo que não deve. Não é de competência dela. É de competência nossa”, disse Bolsonaro durante transmissão ao vivo nas redes sociais.

Mourão foi o primeiro integrante do alto escalão brasileiro a comentar a situação. O general declarou que “tem que haver uso da força e apoio à Ucrânia”. O presidente brasileiro, por sua vez, não comentou o conflito no Leste Europeu até a noite desta quinta-feira, quando se limitou a dizer que o governo quer a paz.

“Só para vocês terem uma ideia. Não é combinado, é acertado naturalmente. Quando é que eu falo qualquer coisa sobre esse problema Rússia e Ucrânia? Eu falo depois de ouvir o ministro Carlos França, das Relações Exteriores, e o da Defesa, Braga Netto. E ponto final. Se for o caso, convido mais algum ministro para a gente tomar uma decisão”, afirmou.

“Tudo que estiver ao nosso alcance faremos pela paz. Então, quem fala dessas questões chama-se Jair Messias Bolsonaro. E quem dúvida disso pode procurar o artigo 84. Mais ninguém fala. Quem está falando está dando peruada naquilo que não lhe compete”, prosseguiu o presidente.

Williams Soares

Adicionar Comentário

Notícias Mais Recentes