Argentina deve começar a vacinar a sua população na próxima terça-feira

O presidente da Argentina Alberto Fernandez anunciou que o país deve começar a sua campanha de imunização a partir de terça-feira.
Buenos Aires deve distribuir a vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, da Rússia. Fernandez afirmou que pretende ser o primeiro a ser imunizado, para afastar a desconfiança em torno da vacina russa.
A Argentina aprovou a vacina em caráter emergencial na última terça-feira (22) e tem um acordo com Moscou para o fornecimento de 25 milhões de doses. O país sul-americano também pretende disponibilizar outros imunizantes como a vacina da Pfizer/Biontech e a Coronavac, imunizante que está sendo produzido pelo Instituto Butantan.

RELACIONADOS